11 Dec 2017, 9:31 am

CD Review: Black Sabbath – The End


Black Sabbath – The End (Vertigo/Universal) – Importado

Black-Sabbath-2016

Por João Calixto

Despedida Melancólica Caça- Níquel, estes, entre outros adjetivos, ilustraram as resenhas sobre este possível último trabalho lançado pelo Black Sabbath. Mas o que de verdade realmente consistem tais comentários? Primeiramente, o leitor tem que se posicionar no lado daqueles que amaram ou simplesmente encontraram honestidade no último álbum lançado por eles, o tão esperado “13”, ou do lado daqueles que o odiaram, achando uma forçada de barra da banda e de Sharon Osbourne em colocar o nome do Sabbath na mídia novamente. E lhes digo agora, em que lado me posiciono. Coloco-me ao lado do verdadeiro espírito do Sabbath, aquele que não importa a fase que a banda se encontra, toma a frente da parte que realmente interessa ao seu público, a música. E ninguém melhor que Tony Iommi para fazer esse papel.

Independentemente se você não gostou de “13’, saiba que todos aqueles riffs que você sempre ouviu nas músicas do Sabbath, não estão ausentes neste novo trabalho”. Este EP “The End”, que também dá nome a turnê de despedida da banda, traz músicas que não entraram no álbum “13” e músicas gravadas ao vivo na turnê de divulgação do álbum.

E vamos ao EP, ele começa com “Seasons of the Dead”, mostrando o peso habitual, com um riff cativante e um clima bem Sabbath, o vocal de Ozzy, bom, há muito não se faz presente, mas graças aos milagres da tecnologia, se mostra ao menos, dentro do clima da música. Mas entre as quatro inéditas, eu destaco essa como a mais interessante, podendo ter figurado tranquilamente no set list de “13”, em seguida temos “Cry All Night”, também muito pesada com destaque para o riff com efeito de Iommi, ótima música também. Seguimos com “Take Home”, que segue o padrão das outras duas e fechando a parte das “inéditas” temos “Isolated Man”, que se mostra entre todas, a menos inspirada, com aquele clima de termina logo.

Partimos agora para a parte das músicas ao vivo e temos de início “God is Dead” gravada em Sidney na Austrália, em seguida temos “Under the Sun” gravada na Nova Zelândia, numa versão inspiradíssima e “End of Begining” e “Age of Reason” ambas gravadas no Canadá, que não trazem nenhuma novidade aos ouvidos, apenas a precisa execução delas.

No somatório geral, se você é fã, não será nenhum dinheiro jogado fora, porque talento e qualidade não tem preço. Apesar de se tratar de um EP, “The End” se mostra de um trabalho de altíssimo nível e merece ser conferido.

01BLACKSABBATH

Trak listing:
01 – Season of The Dead
02 – Cry All Night
03 – Take Me Home
04 – Isolated Man
05 – God Is Dead? (Live Sydney, Australia)
06 – Under The Sun (Live Auckland, New Zealand)
07 – End of The Beginning (Live Hamilton, ON Canada)
08 – Age of Reason (Live Hamilton, ON Canada)

Download:  Black Sabbath – The End

Reviews

Postado em Abril 9th, 2016 @ 10:13 | 629 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»