22 Aug 2017, 10:39 pm

CD Review: Helloween – My God-Given Right


Helloween – My God-Given Right ( Nuclear Blast – Importado) 

bg_12

Por Bruno Buys
Mesmo congeladas as abóboras continuam insanas! O novo disco “My God-Given Right”, lançado em maio de 2015, traz treze composições (e mais cinco bonus) de altíssimo nível e originalidade. Creio que a proposta de “voltar ao bom e velho som do Helloween, ou fazer algo simples e descompromissado, soando como nós mesmos” tenha sido bem-sucedida, uma vez que o My God reflete toda a potência e beleza melódica do power metal helloweeniano da era Andy Deris.

O disco abre em alto nível com a Heroes, e segue desfiando petardos: Battle’s Won, My God-Given Right, Stay Crazy.. O hit Lost in America, com refrão mega grudento. Uma curiosidade: Andi Deris contou que essa música foi baseada em um fato real. A banda (ou melhor, o piloto) se perdeu durante um vôo de avião, sobrevoando a América do Sul. Segundo Andi Deris, estavam provavelmente sobrevoando o Brasil quando o piloto anunciou: “Gentlemen, we’re lost”. E tiveram que voltar. Bom, mas eu falava dos petardos: o disco segue com Russian Roulé, um trocadilho em francês com Russian Roulette e também com rock and roll. The Swing of a Fallen World, um pouco mais dark do que a típica alegria pela qual a banda é famosa. Like Everybody Else, uma balada, e o meu destaque, a Creatures in Heaven, incrível. Bases, solos, refrão, Andi decola com sua voz, remetendo ao Helloween dos anos 80. If God Loves Rock’N’Roll, Living on the Edge, e depois o disco dá uma caída de rendimento: Claws e You, Still of War não conseguem dizer a que vieram. Mesmo um Helloween, que reúne músicos de altíssima qualidade técnica, não consegue fazer uma boa música somente reunindo boas ideias musicais. Bases, solos, viradas, arranjos, cada um em si interessante, mas que não necessariamente funcionam bem juntos. Falta algo, um fio condutor… Ou talvez simplicidade? Às vezes menos é mais, não?

Bom, com I Wish I Were There a coisa começa a mudar e voltar pro alto nível, para desaguar na excelente Wicked Game. O disco fecha ainda com a ótima Free World, bônus. E ainda há mais algumas faixas bônus em outros formatos que não ouvi.

Por fim, só queria destacar uma coisa que salta aos olhos em se tratando de Helloween: a recusa do Helloween a se render ao batido esquemão do satanismo/ocultismo tão identificados com o Metal desde o Black Sabbath é coisa digna de elogio. Isso é uma reflexão que eu acho que todos nós temos que fazer: será que não basta de demônios no Heavy Metal não? Alguma banda ainda vai falar desse assunto de forma original e criativa? O fato de o Helloween ter chegado onde chegou dentro do estilo negando essa vertente mostra que é possível criar um universo diferente e alegre de ideias e de líricas para embalar o estilo que nós tanto adoramos. Embora o trocadilho
que dá nome à banda esteja ligado ao dia das bruxas, sempre foi uma opção pelo lado mais inconsequente, e alegre, da brincadeira e da diversão. Abóboras fazendo traquinagens. Heavy Metal Hamsters. And there’s magic in the air!

My God Given Right é o Helloween na sua boa e velha forma. Vale a pena conhecer.

Helloween_-_My_God-Given_Right
My God-Given Right tracking list:

1. Heroes
2. Battle’s Won
3. My God-Given Right
4. Stay Crazy
5. Lost in America
6. Russian Roulé
7. The Swing of a Fallen World
8. Like Everybody Else
9. Creatures in Heaven
10. If God Loves Rock’N’Roll
11. Living on the Edge
12. Claws
13. You, Still of War
14. I Wish I Were There
15. Wicked Game
16. Free World (Bonus)

Reviews

Postado em novembro 15th, 2015 @ 02:36 | 822 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»