7 Dec 2019, 12:22 am

Korzus: Guerreiros Do Metal – Lançamento do Livro E Tarde de Autógrafos


“O Korzus é um dos pilares do metal nacional.”
Andreas Kisser (Sepultura)

A história do Korzus se mistura com a história do metal brasileiro. Uma trajetória marcada por pioneirismo, música pesada e muita atitude. Na ativa desde 1983, a banda paulistana de thrash metal foi criada para participar do festival de música do colégio… e nunca mais parou! A aspiração adolescente de ter uma banda transformou-se numa carreira sólida e duradoura.

Dois anos depois do seu nascimento, o Korzus inaugurou a sua discografia com a participação na lendária coletânea SP Metal II, lançada pelo selo Baratos Afins. “Guerreiros do Metal”, a música que virou hino e que deu nome ao livro, está nessa compilação. Em 1986, veio o disco Ao Vivo, preparando o terreno para o primeiro álbum de estúdio, Sonho Maníaco (Devil Discos, 1987), que “assombrou a cena com temáticas satânicas cantadas em português e o inesperado suicídio do baterista Zema”, nas palavras do apresentador e ex-VJ da MTV Gastão Moreira, que assina o prefácio da obra. Um momento dramático na história da banda.

Superando muitos percalços e apostando num estilo musical que não costuma fazer concessões ao mercado, o Korzus cravou seu nome no cenário nacional e internacional com discos clássicos e shows memoráveis, dos squats europeus ao diminuto palco do Black Jack, passando pelo Monsters of Rock, Rock in Rio e outros grandes festivais. A fidelidade dos fãs encontra respaldo na própria fidelidade da banda ao heavy metal: “Estamos a serviço do metal”, como diz o baixista Dick Siebert.

Headbanger das antigas, o autor Maurício Panzone acompanhou essa história in loco, mas não contou apenas com a sua memória para reconstituir os fatos: foram aproximadamente 70 entrevistas exclusivas para o livro, com integrantes e ex-integrantes do Korzus, músicos de outras bandas, jornalistas, fãs e donos de lojas de discos e selos. Além dos relatos e da pesquisa, a riqueza da obra também reside no seu impacto visual: são mais de 200 fotos, cobrindo todas as fases da banda. O mergulho no passado também inclui cartazes de época, flyers, capas de revistas, tickets, capas de discos, anúncios e credenciais. Para quem viu tudo isso de perto, uma chance para relembrar; e, para a nova geração, uma oportunidade única de ter em mãos (literalmente) cartazes de shows históricos em locais como Aeroanta, Der Tempel, Lira Paulistana, Rainbow Bar, Marquee (Inglaterra) e Forte Prenestino (Itália).

É impossível falar em metal no Brasil sem falar do Korzus: e a trajetória dos Guerreiros do Metal é finalmente dissecada nessa biografia. Avante, Guerreiros!

Sobre o autor

Maurício Panzone de Almeida, aka Hominho, é formado em administração e análise de sistemas e passou boa parte da sua vida no mundo corporativo, mas sem deixar de cultivar sua paixão pela música. Nos anos 1980, foi responsável pelo fanzine Mayhem. Escreveu resenhas para as revistas e zines da época, além de releases para a gravadora Eldorado. Trinta anos depois, volta a dedicar-se ao seu hobby, entregando-se de corpo e alma a escrever o seu primeiro livro.

Texto: Marcelo Viegas

News

Postado em dezembro 4th, 2019 @ 15:30 | 52 views
–> –>


Notícias mais lidas
«