22 Aug 2017, 10:30 pm

Krucipha: a polêmica percussão no Metal


Quem acompanha o Metal, em especial o Thrash Metal, já se deparou com bandas que usam e abusam de instrumentos de percussão em suas músicas. O KRUCIPHA é uma das bandas que utiliza um membro especificamente para a percussão como forma de expressão, mas saem do ‘mais do mesmo’ das bandas do estilo.


Minha franca inspiração é o batuque de giras e o maracatu via manguebeat. Mas no que tange o metal, não dá pra pirar muito. O lance ainda é bateria e guitarra e não tem nada de errado nisso“, comenta Jgör Nosnyój, percussionista da banda, que completa:

“Penso que a percussão tem que ser para a bateria como o que o baixo é para a guitarra e é como fazemos. Mas nas linhas de composição sempre procuramos puxar a atenção em determinado momento para um instrumento em particular. E nessa hora o músico tem a liberdade pra “pirar”. Eu acho que fica bom sim, dentro do metal, nessa proposta do Krucipha. O metal é mundial e eu gosto quando o país dá ao metal a sua contribuição.

Tanto que é possível dizer, pela sonoridade, de onde vem a banda. Você escuta e diz: “isso é polonês (porque são “duros” e diretos ao assunto, porradaria pura), isso é italiano (com linhas mais puxadas para a música clássica, tem banda que tem até pianista!!) e, por que não, isso é brasileiro (em geral porque rola um batuque ou um certo groove nas palhetadas).

Com certeza é essa contribuição que nós (bandas brasileiras) damos e é como somos vistos lá fora. E quem gosta, gosta. Quem não gosta, pixa. Critica. Mas é porque o cara gosta do metal bay area, do metal “de raiz” e são mais catedráticos. Há quem diga que metal é power trio e acabou. Porém é a opinião de cada um.

Sempre tem quem se expresse. E na forma headbanger de ser. Xinga e faz sinal. Já teve show em que quando entrei no palco com a alfaia (tambor de maracatu), apontavam e davam risada. No fim eram os mesmos que iam lá apertar minha mão e dizer “que foda; é isso aí; mano que coisa louca é essa”, enfim, entusiasmados e que agitaram loucamente no mosh, ainda mais quando largo meu kit e desço no mosh junto com eles.

Teve até colega de outras bandas que quando carregavam a alfaia ou o latão pra algum lugar diziam “que vergonha, isso não é instrumento”, mas depois do show vinham com “poha, velho, que diferença faz essas merdinhas aí. Empolga demais.”

Por outro lado, tem gente que já se empolga em ver que tem esse “tempero”, por assim dizer, porque curtem a sonoridade e de como fica tudo “mais em casa”. Que, de fato, gostam de um metal mais moderno, pós new metal.

O Sepultura parava o show deles para se juntar com Pantera e ficarem batucando por 15 minutos e a galera só curtindo. Enfim, são os anos 2000 e bordoada.”

O KRUCIPHA lançou no ano passado seu debut, ‘Hindsight Square One’, e desde então vem chamando a atenção pela sua complexa mistura de Thrash Metal e música tribal. O que vale ser destacado é que esta complexidade se estendeu também à lírica da banda, que conseguiu casar de forma formidável música e letra.

Ouça a música ‘Denial’:
https://soundcloud.com/metalmedia/krucipha-denial

Confira também o lyric vídeo para a música ‘Pulse’:

Videoclipe para a faixa ‘Greater Good Parasite’. Assista:

Contato: krucipha@krucipha.com

Sites Relacionados:
www.krucipha.com
www.facebook.com/krucipha
www.metalmedia.com.br/krucipha

Fonte:  Metal Media

News X-PressOn · Underground

Postado em outubro 29th, 2015 @ 21:14 | 285 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»