fbpx
28 Sep 2022, 11:07 am

Mostra Traços Curitibanos na Gibiteca valoriza artistas ligados ao Metal


Ilustrações de nomes ligados a música pesada abre um leque para outras percepções às obras concebidas na cidade

A 4ª edição da Mostra Traços Curitibanos, com apoio da Fundação Cultural de Curitiba, está disponível nas dependências da Gibiteca até o dia 15 de junho, com entrada gratuita. A mostra é o principal evento voltado à produção local dos profissionais do desenho, apresentando um panorama das áreas de ilustração, quadrinhos, caricatura e animação.

Aquecendo o mercado cultural da cidade, o evento abriga seis exposições em diferentes linguagens: Panorama atual dos Quadrinhos, Ilustração, Caricatura e Animação; Quadrinhos Edital de 2019; Quando a Terra parou; Dez anos da Bienal de Quadrinhos; Gibitiba, os 40 Anos da Gibiteca e Underground Ilustrado 3. 

O evento também marcou o lançamento de HQs de artistas curitibanos e expõe obras de nomes ligados ao cenário Metal da cidade, como o artista Ulisses Rodrigues e o artista conceitual, autor e músico Andre Meister, cuja ilustração selecionada para integrar a mostra é uma arte do livro Semblant: Blood Chronicles, cujo Meister é co-autor e também ilustrador.

Blood Chronicles

A graphic novel Semblant: Blood Chronicles é uma obra elaborada para ressoar com as músicas da banda Semblant, que inspiraram a narrativa e o mundo fantasioso da HQ. O trabalho cativou o público do metal e do terror, se tornando um dos itens mais vendidos da editora Darkside Books.

A HQ Semblant: Blood Chronicles conta três histórias sanguinárias repletas de magia e ancestralidade, com universo e roteiro concebidos por André Meister e Sergio Mazul, vocalista da Semblant. O trabalho visionário apresentado em Blood Chronicles expande o conceito musical, se tornando um item essencial ao lado dos álbuns do grupo: “Em primeiro lugar, é importante entender que esse trabalho não é um mero merchandising. Queríamos fugir da ideia de representar os músicos da banda e forçar as letras a aparecerem. Preferimos pegar uma ideia que ressoasse com o material original, as letras da saga ‘Legacy of Blood’, e amarrar num universo interessante que as pessoas quisessem ler a respeito”, explica Meister.

O artista também comenta o processo de criação de desenvolvimento da obra: “Quando estávamos escrevendo o roteiro, falamos de trabalhar as cores e pinceladas em cima do ritmo da música. Era um exercício de composição muito intenso que dava ótimos resultados. A gente sempre recomenda que quem for ler o material, escute as músicas da Semblant em conjunto, para ter um senso de imersão”, finaliza.

Durante a carreira, Meister desenvolveu diversos trabalhos para capas de discos, incluindo bandas como Starforsaken, Inluzt e o gigante sueco do Metal Progressivo, o Pain of Salvation, no álbum Panther, no qual Meister criou não apenas a capa, mas todo o conceito artístico do encarte.

Serviço:
Mostra Traços Curitibanos 4 – 40 anos da Gibiteca de Curitiba
Local: Solar do Barão
Endereço: Rua Pres. Carlos Cavalcanti, 533
Datas: até 15 de junho de 2022
Entrada gratuita

News

Postado em maio 4th, 2022 @ 07:24 | 322 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»