22 Oct 2017, 8:45 pm

Ratos de Porão & Krisiun em grande noite no Circo Voador


Krisiun e Ratos de Porão @ Circo Voador – 13.11.2015

Krisiun.01

Por João Calixto
Fotos: @MarcosHermes / Brasilerô

Numa noite de Sexta Feira 13, o Circo Voador nos presenteia com um show de alto nível, Krisiun e Ratos de Porão dividem o palco numa noite de público razoável e até certo ponto decepcionante, se tratando da qualidade das bandas em questão e do preço do ingresso baixo. Acredito que será difícil você conseguir assistir a um show dessa qualidade por menos de 40 reais.

Mas como hoje, tudo cai na conta da crise, vamos ao show, que começou com mais de 2 horas(!) de atraso  e teve ao Krisiun, a missão de começar os trabalhos. Lançando em terras cariocas o excelente álbum “Forged in Fury”, a banda mostrou um set list bem variado, contando com músicas de todas as fases da banda. Iniciaram o show com uma introdução, ao estilo faroeste e em seguida, desfilaram sua já avalanche de sons. Entre outras músicas, a banda nos presenteou com “Vicious Wrath”, “Combustion Inferno”, “Blood of Lions”, “The Wiil to Potency” e “Scars of the Hatred”, essa do seu novo trabalho.

RDP.01Sempre comunicativo com o público, Alex Camargo agradeceu a presença de todos e anunciou o ponto alto do show, uma homenagem a Phithy “Animal” Taylor e tocaram com maestria “No Class” do álbum clássico “Overkill”.

O show do Krisiun é de uma qualidade absurda, tanto pela escolha do repertório, como pela própria produção do show. E vale abrirmos um parêntese para a excelente qualidade técnica do som do Circo Voador. E imaginar o quanto sofremos com ele na década de oitenta… Excelente início de noite!!!!RDP.02

Em seguida, entra a lenda do Punk Rock nacional, o Ratos de Porão estava comemorando neste show, os 20 anos do lançamento dos álbuns “Feijoada Acidente” Nacional e Internacionais e o repertório foi praticamente baseado nestes dois trabalhos, que em certa parte do show, desagradou alguns presentes, que sentiram falta dos clássicos autorais da banda, mas como o próprio João Gordo falou, tratava-se de um grande bailão Punk!!!E assim foi!!!

A banda mesclou os dois álbuns, tocaram entre tantos clássicos “Câncer” do Hino Mortal, “Lobotomia” do Lobotomia, “John Travolta” do AI -5,”Buracos Suburbanos” do Psykoze,”Papai Noel Filho da Puta” do Garotos Podres e “O Dotadão deve Morrer” dos Cascavalletes.Na parte Internacional, tocaram verdadeiras pérolas do Punk, mandaram entre outras “Fuck Off and Die” do Chaotic Dischord, “Catholic Boy’ do Dead Boys,”Red Tape” do Circle Jerks,”Private Affair” do The Saints,”Police Story’ do Black Flag, “Spracta Snutskallar” do Shitlickers e “Pure Hate” do Poison Idea. Nessa hora, a pista do circo Voador já estava tomada por uma enorme roda!!!!

Após um pequeno intervalo, atendendo a pedidos, voltaram com uma sequência de clássicos da banda. “Brindaram-nos com “Beber Até Morrer”, “AIDS, Pop, Repressão”, “Não podemos falar”, “Crucificados pelo Sistema”, “Realidades da Guerra” e “Crise Geral”, onde xingaram toda a corja de políticos possíveis e imagináveis!!!

No mais, se despediram e deixaram um certo gostinho de quero mais, devido a falta de alguns hits. Esperamos que continuem a homenagear o lançamento de seus antigos álbuns. Ano que vem “Cada Dia Mais sujo e Agressivo” comemora 30 anos. Fica a dica.

Krisiun.02

Mosh Live

Postado em novembro 20th, 2015 @ 12:01 | 943 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»