15 Dec 2019, 2:47 pm

Scorpions, Whitesnake, Europe No Rock Ao Vivo Em Curitiba


Pedreira Paulo Leminski, Curitiba/PR (18.09.19)

A TEMPESTADE QUE QUASE ESTRAGOU UMA GRANDE NOITE

Texto por Daniel Danmented

Fotos por Andre Smirnoff

E lá vamos nós para mais um evento que prometia ser inesquecível! E realmente foi, mas não apenas pelas apresentações das 3 lendárias bandas internacionais. A tempestade caiu sem piedade e quase estragou a noite, você vai conferir os detalhes mais adiante… Infelizmente não havia muita gente, a Pedreira é grande demais para apenas uns 7000 ingressos que foram vendidos, uma pena mesmo. A organização foi excelente, mas a pista premium poderia ser menor, já que boa parte dela estava vazia.

Às 17:30 o EUROPE começou seu show, empolgando o público com algumas músicas mais novas e alguns hits obrigatórios. O som estava quase perfeito, só achei o volume da guitarra um pouco baixo, mesmo nos solos. A banda me pareceu mais discreta do que o normal, principalmente o guitarrista John Norum, que estava bem introspectivo, meio burocrático. O vocalista Joey Tempesta dominou o palco praticamente sozinho todo o tempo, com boa movimentação, sorrindo e interagindo bastante com a galera, ele é um excelente frontman. “Rock The Night” e “Carrie” foram os pontos altos do show. O grande susto foi durante “Superstitious”, quando o temporal desabou com força. Uma parte do público correu pra se proteger da chuva e a banda tentou continuar a música normalmente, mas quando começou a cair granizo, a música foi interrompida e o quinteto sueco se viu obrigado a deixar o palco. A situação era caótica, o palco estava sendo tomado pela chuva forte, com bastante vento, bem como pelas pedras de granizo que continuaram caindo por um bom tempo. Uma pena, pois duas músicas bem importantes (“Cherokee” e o mega hit “The final countdown”) ficaram de fora do show.

SETLIST DO EUROPE

Walk The Earth

The Siege

Rock the Night

Scream of Anger

Last Look at Eden

Ready or Not

War of Kings

Carrie

Nothin’ to Ya

Superstitious

O evento parecia que estava prestes a ser cancelado, mas felizmente a chuva diminuiu bastante e uma equipe fez um trabalho bem eficiente ao remover a água e o granizo do palco. Após cerca de uma hora, alguém anunciou que os shows seguiriam, apesar do atraso causado pelo temporal. Um grande alívio para o público que aguardava ansiosamente!

Quando o WHITESNAKE começou, a chuva tinha praticamente parado e o público da pista premium voltou a se aglomerar perto do palco. O show foi excelente como sempre, essa formação está funcionando muito bem. O lendário baterista Tommy Aldridge continua excelente, é ótimo saber que ele ainda está na banda, apesar da idade avançada. Como São Pedro é um tremendo fdp, a chuva recomeçou a partir da terceira música e não parou mais. Havia uma passarela na frente do palco que ia na direção do público, com um bom espaço no final, um mini palco. Alguns músicos das 3 bandas circularam por essa passarela e ficaram mais perto da galera em alguns momentos, mas o vocalista David Coverdale foi o único a permanecer durante todo o show no final dessa passarela, pegando chuva junto com o público até o final! Não tem como não admirar ainda mais uma lenda que tem esse tipo de atitude, numa explícita demonstração de respeito e carinho com seus fãs. Aplausos pra você, Mr. Coverdale, você é foda!!! Ele chegou a dizer: “This is Brazil, make some real noise!”. No final de “Is This Love”, ele abriu o zíper da calça e mostrou uma cueca do tipo samba-canção com as cores da bandeira brasileira, foi algo bem rápido, porém hilário demais pra não ser comentado aqui. Durante “Still Of The Night”, a chuva ficou ainda mais forte e eu achei que a banda encerraria o show, mas ainda houve tempo e disposição pra tocarem “Burn”, o eterno hino do… ah, vocês sabem!

SETLIST DO WHITESNAKE

Bad Boys

Slide It In

Love Ain’t No Stranger

Hey You (You Make Me Rock)

Slow an’ Easy

Trouble Is Your Middle Name

Is This Love

Here I Go Again

Still of the Night

Burn

Depois de uns 40 minutos, tudo estava pronto para o show do SCORPIONS. Um palco incrível, com vários telões exibindo imagens diversas a cada música. Durante um medley com músicas dos anos 70, foram exibidas imagens mais psicodélicas, combinando perfeitamente com as músicas. O som da bateria estava muito escondido, a banda poderia valorizar mais a entrada do excelente Mikkey Dee. Ele fez um solo muito bom, sua bateria chegou a ser erguida por cabos de aço, enquanto as capas do álbuns apareciam nos telões, muito legal de ver! O público estava calmo demais durante o show e perdeu a chance de gritar com mais empolgação em algumas músicas, mas durante “Send Me An Angel” e “Wind Of Change” se animaram um pouco mais. A banda terminou seu show com alguns clássicos dos anos 80, mantendo a empolgação de quem parecia não se importar tanto com a insistente chuva. Mas o fato é que tinha gente se abrigando pra fugir da chuva e alguns até desanimaram no meio do show e estavam indo embora. Foi um ótimo evento, o saldo foi extremamente positivo, apesar da dilúvio irritante que ameaçou estragar tudo. Mas o tempo costuma ser imprevisível em “chuvitiba”…

SETLIST DO SCORPIONS

Going Out With a Bang

Make It Real

The Zoo

Coast to Coast

Top of the Bill / Steamrock Fever / Speedy’s Coming / Catch Your Train

We Built This House

Delicate Dance

Send Me an Angel

Wind Of Change

Bad Boys Running Wild / I’m Leaving You / Tease Me Please Me

Drums solo

Blackout

Big City Nights

Still Loving You

Rock You Like a Hurricane

Mosh Live · News

Postado em setembro 25th, 2019 @ 08:41 | 212 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»