8 Jul 2020, 3:32 am

Saxon: Uma Aula De Heavy Metal Do Maior Expoente Da NWOBHM


Saxon lota o Tropical Butantã em São Paulo

Texto: Giovani Marcelo
Fotos: Renato Jacob

Quando foi anunciada a única apresentação da lendária banda inglesa no Brasil, um frenesi tomou conta dos fãs. Afinal, desde 2013 o Saxon não se apresentava no Brasil. O local escolhido foi o Tropical Butantã, em São Paulo, casa que está se tornando bastante conhecida do público apreciador de rock principalmente pela quantidade crescente de shows do gênero que está abrigando nos últimos tempos. Ao chegar o dia 03 de maio, uma verdadeira peregrinação tomou conta dos fãs. Mesmo sendo em pleno dia útil (o show foi agendado para uma quinta-feira), pessoas da região Sul, Nordeste e até de Manaus e Boa Vista compareceram para uma data que se tornaria inesquecível. Detalhe: a apresentação do Saxon foi sold out!

Às 20h:00, com o público ainda entrando na casa, o Armored Dawn, banda idealizada e fundada pelo vocalista Eduardo Parras, começou uma apresentação baseada em seu mais recente trabalho intitulado “Barbarians In Black”. Completando o time dos bárbaros, a banda contou com os integrantes Timo Kaarkoski e Tiago de Moura (guitarras), Fernando Giovannetti (baixo), Rafael Agostino (teclado e guitarra) e Rodrigo Oliveira (bateria). Iniciaram o show com as músicas “Bloodstone”, “Chance To Live Again” e “Eyes Behind The Crow”, conquistando o público que também contava com membros do fã clube oficial da banda. Na música seguinte, “Men Of Odin”, Eduardo Parras canta empunhando uma espada. Destaque também para a grande presença de palco do baixista Fernando Givoannetti e do tecladista Rafael Agostino que faz a terceira guitarra em algumas músicas, sempre “batendo cabeça” sem parar. “Survivor”e a ótima balada “Sail Away”, dedicada ao produtor Kato Khandwala, falecido em um acidente de trânsito em abril desse ano, dão sequência a boa performance da banda nessa noite. Na sequência, a banda executou “Gods Of Metal”, “Barbarians In Black” e ”Beware Of The Dragon”, última do set, com Eduardo convidando a galera para cantar junto o refrão. Depois de 45 minutos, encerra-se o bom show do Armored Dawn. O público aplaudiu bastante a banda durante e no final de sua apresentação.

Minutos antes do show do Saxon, o Tropical Butantã estava completamente tomado pelos fãs, já sendo impossível distinguir a pista VIP da pista comum. Estava bonito de ver!

Com a tradicional pontualidade britânica, Paul Quinn e Doug Scarratt nas guitarras, Nigel Glockler na bateria, o insano baixista Nibbs Carter e o lendário vocalista Biff Byford sobem ao palco e executam a música “Thunderbolt”, faixa título do ótimo disco mais recente da banda. Seguem com “Sacrifice”, do disco homônimo, e com a nova “Nosferatu (The Vampires Waltz). A banda está cada dia mais afiada no palco e com um feeling estratosférico. Nibbs Carter não para um segundo de “bangear” e Biff Byford é um caso à parte, um dos mais geniais vocalistas do heavy metal, é o carisma em carne e osso! No alto de seus 67 anos, o vocalista britânico esbanjou simpatia e vigor que muitos músicos com a metade de sua idade nunca terão, além de cantar como se fosse o último show de sua carreira. Com um set passeando por vários álbuns da sua extensa e obrigatória discografia, temos a dobradinha “Motorcycle Man” e “Strong Arm Of Law”, dos seminiais “Wheels Of Steel” e “Strong Arm Of Law”, respectivamente. Tais músicas fazem o Tropical Butantã explodir pela primeira vez com o enorme entusiasmo dos fãs. Mais uma faixa recente é executada na sequência, “Battering Ram”, de 2015. E seguindo com as faixas títulos, vem o hino “Power And The Glory”, em que o refrão é cantado em uníssono pelos presentes. “Sniper” e “The Secret Of Flight” são tocadas com maestria antes de uma das faixas favoritas desse redator: “Dallas 1PM”, do álbum “Wheels Of Steel”. “Never Surrender” é a primeira do clássico álbum “Denim & Leather” a ser executada. Então, ocorre uma das surpresas da noite: Biff faz uma votação para escolher se tocam “Ride Like A Wind”, do álbum “Destiny” ou “Broken Heroes”, do álbum “Innocence Is No Excuse”. O público pede pela faixa do “Destiny”, num dos pontos altos do show. E o que temos depois? A execução de “Broken Heroes”! A banda tocou as duas músicas de sua fase mais hard rock para a felicidade dos fãs. Atitudes como essa demonstram o porquê dos ingleses serem tão queridos pelo público. A homenagem ao maior rocker de todos tempos vem em seguida: “They Played Rock ‘n’ Roll”, dedicada à Lemmy Kilmster. Nesse momento, os telões fizeram falta, pois teríamos imagens de Lemmy com a banda, o que elevaria ainda mais a adrenalina do público. “And The Bands Played On” e “747 (Strangers In The Night)”, mantém o astral da plateia lá em cima! A cadenciada “Sons Of Odin”, do álbum “Thunderbolt”, dá uma acalmada nos ânimos no público antes da explosão total propiciada por “Crusader”, que foi cantada a plenos pulmões por todas as mais de 2000 pessoas que estavam presenciando essa noite histórica. E a música “Princess Of The Night” fecha o primeiro ato de maneira soberba.

Após alguns minutos, os membros do Saxon retornam para o primeiro bis com o som “Heavy Metal Thunder”, do álbum “Strong Arm Of Law” e seguem com o mega clássico “Wheels Of Steel”, com direito a paradinha no meio da música para Biff gravar o público com o seu celular. E os britânicos saem novamente do palco. E com direito a “Olê olê olê, Saxon Saxon”, gravado e postado posteriormente por Biff no Facebook oficial da banda, eles voltam para o grand finale com o hino “Denim & Leather”. Nessa ocasião, um fã joga um colete no palco. E qual é a reação do vocalista? Coloca o colete (veja as fotos) e fica com ele até o primeiro solo de guitarra. Depois autografa e devolve a roupa ao fã. Para cada show que vejo da banda, Biff ganha mais a minha admiração e respeito. E assim se encerra mais uma aula de heavy metal do Saxon. É impossível dizer que realizam somente um show, o que ocorre é uma verdadeira celebração de sua música juntamente aos fãs. Vinte e duas músicas executadas com maestria em 1h50! E um amigo questiona: “Porque o Saxon não lota estádios?” É meu amigo, é aquele tipo de mistério que nunca saberemos a resposta, mas sabemos que enquanto esses senhores estiverem na estrada, seu público sempre verá shows grandiosos e digno de grandes arenas.

 

Set List Saxon:


Thunderbolt
Sacrifice
Nosferatu (The Vampires Waltz)
Motorcycle Man
Strong Arm Of The Law
Battering Ram
Power And The Glory
Sniper
The Secret Of Flight
Dallas 1 PM
Never Surrender
Ride Like The Wind
Broken Heroes
They Played Rock And Roll
And The Bands Played On
747 (Strangers in the Night)
Sons Of Odin
Crusader
Princess Of The Night

 

BIS 1

Heavy Metal Thunder
Wheels Of Steel

 

BIS 2

Denim And Leather

 

Set List Armored Dawn:


Bloodstone
Chance To Live Again
Eyes Behind The Crow

Men Of Odin
Survivor
Sail Away
Gods Of Metal
Barbarians In Black
Beware Of The Dragon

Mosh Live · News

Postado em maio 14th, 2018 @ 21:12 | 786 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»