13 Dec 2017, 6:41 pm

CD Review: Bad BeBop – Prime Time Murder


Bad BeBop – Prime Time Murder (Independente) – 2017

por Clovis Roman

O Bad BeBop pode ser considerado um supergrupo curitibano. Afinal reúne três grandes músicos da cena local. O exímio guitarrista Juliano Ribeiro, que atualmente toca na Semblant e já passou pelo fabuloso (e finado) Everlasting, aqui ataca de baixista e vocalista (e que timbre charmoso tem ele!). Nas seis cordas está Henrique Bertol, que passou mais de uma década emprestando seu talento como músico e compositor ao Necropsya, que encerrou suas atividades após chegar ao seu auge criativo. Outro vindo do Necropsya é o baterista Celso Costa, um monstro com as baquetas nas mãos, que também integra o insano Kingargoolas e esses tempos fez uma tour europeia com o Sick Sick Sinners.

Quem acompanhou algo da banda pela internet já deve ter ouvido sons como “Vicious” (sua introdução com teclados engana) e “Trouble” (a melhor, disparado). Mas Prime Time Murder conta com outras seis boas composições: o entrosamento de Celso e Bertol é explícito. Nada mais óbvio, afinal eles tocam juntos desde 2004. Interessante ouvir como os caras, apesar de terem uma estrutura baseada no Rock, não tem muitos pudores ao testar outras sonoridades, em ir além do rótulo. Ou seja, é melhor definir o disco como “música pesada”. Mas se for para situá-lo, posso mencionar Stoner e Grunge como referências estilísticas, com uns riffs de guitarra meio Pantera. Mas lembre-se: são apenas algumas referências das tantas que transbordam durante a audição do trabalho. Afinal, “Gone Wrong”, por exemplo, traz algo mais obscuro, diferindo das três anteriores (mesmo que tenha suas partes mais velozes e pesadas) e dando algum dinamismo ao resultado final do todo. Outra que vai além, e é uma viagem por si só, é a instrumental “22”.

Indo para a reta final do trabalho, “Greed” começa com um potencial ‘metálico’ (que aparece novamente em outros momentos da composição), mas logo ganha bateria mais ritmada e groove nos riffs, com os vocais arriscando algo mais vomitado em alguns trechos. Esta faixa mantém a atenção do ouvinte até a seguinte: “River”. A saideira começa meio melancólica ao violão, e se mostra um momento libertador, um encerramento que os firma como compositores. O EP Prime Time Murder é uma estreia com o pé direito – uma pena que, por não ser um full album de fato, tenha menos de meia hora de duração. Se bem que é só por no ‘repeat’ do seu som…

 

O disco está disponível nas principais plataformas digitais, ou seja, Spotify e Deezer. Ele também pode ser ouvido no Youtube, mas recomendo que, se for para ouví-lo com qualidade total, o faça pelas plataformas supracitadas. Ou pelo player abaixo:

 

CD tracklist:

1. D.O.A.
2. Deceiver
3. Vicious
4. Gone Wrong
5. 22
6. Trouble
7. Greed
8. River

Contatos

Facebook: https://www.facebook.com/badbebopband

News · Reviews

Postado em novembro 23rd, 2017 @ 09:02 | 175 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»