29 Jul 2017, 9:46 am

CD Review: Orquídea Negra – Who’s Dead?


Orquídea Negra – Who’s Dead? (Dies Irae, nac.) – Nota 9

Orquídea Negra em sua formação 2014, responsável pelo disco Blood of the Gods.

por Clovis Roman

O debut do grupo catarinense Orquídea Negra, Who’s Dead? (na capa/encarte está incorretamente grafado como Whos Dead), que saiu originalmente em 1992, ganhou uma reedição luxuosa pela Dies Irae em 2016, com faixas bônus especiais e um encarte generoso. Material essencial desse que é um dos grupos mais importantes do Metal no sul do Brasil.

A abertura é com a espetacular “Surrender”, a melhor música da história da banda, com um refrão simplesmente inesquecível, e que se tivesse contado com uma produção mais especializada (há de se considerar que esse material tem quase 25 anos) seria um clássico do Rock mundial. O trabalho original conta com 9 músicas, com uma produção magra, que deixou o som de bateria alto na mixagem, com os pratos um tanto chiados. Não soa irritante, apenas ‘não tão bom’. Os vocais de André Graebin são bastante convincentes, não devendo nada a cantores renomados mundo afora. Sua performance na já citada “Surrender”, além de “Wonderful and Lost”, não deixa a menor dúvida quanto a isto.

Entre as influências, podemos citar Judas Priest e Iron Maiden, mas o som tem um acento mais Rock and Roll, num resultado simplesmente espetacular. Além das canções regulares do trampo, ainda há 6 faixas bônus, que são algumas regravações de antigas músicas – “Hunting Devil” é nada menos que fabulosa – além de “Heaven and Hell” (você sabe muito bem de qual banda é) e “Who’s Dead?”, uma adaptação da obra de Chopin. Essas regravações tem uma sonoridade muito superior, tanto que até mesmo o som delas é mais alto que as outras, o que força o ouvinte a abaixar um tanto o volume após a faixa 9.

O encarte é muito bonito, com informações sobre todas as músicas e músicos que as interpretaram. Só não deu pra entender o motivo de apenas 10 delas terem suas letras no encarte (sendo que uma delas é a cover do Black Sabbath). O material, embalado num digipack bacana (apesar da ilustração externa simplória, nada a ver com a gloriosa capa original), é de aquisição obrigatória para quem respeita e aprecia os grandes e veteranos nomes da música pesada no Brasil. Vale citar que o LP original vendeu na época mais de cinco mil cópias, e hoje é uma raridade.

orquidea_cd

MÚSICAS
1. Surrender
2. Christma’s Night
3. I’m Calling for Your Soul
4. Wonderful and Lost
5. It’s Easy to Remember
6. Run to the Hell
7. Mr. Powerful
8. Hunting Devil
9. Miss You
10. The Darkness
11. Wonderful And Lost
12. Hunting Evil
13. The Darkness
14. Heaven And Hell
15. Who´s Dead?

News · Reviews

Postado em dezembro 5th, 2016 @ 11:12 | 491 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»