14 Oct 2019, 1:25 am

Saxon Em SP: Duas Horas De Puro Heavy Metal!


Os fãs lotaram mais uma vez o Tropical Butantã em São Paulo para prestigiar os britânicos

Texto: Giovani Marcello

Fotos e revisão final: Renato Jacob

O vocalista do Saxon Biff Byford saudando o público em São Paulo.

Dez meses após a última vinda ao país, a banda Saxon, um dos grandes nomes do movimento New Wave of British Heavy Metal (NWOBHM), retornou neste mês de março para realizar três shows em solo brasileiro: dia 13 no Bar Opinião em Porto Alegre, dia 15 no Vivo Rio na cidade do Rio de Janeiro e dia 16 no Tropical Butantã em São Paulo, este último foi o mesmo local da memorável apresentação que ocorreu em maio de 2018. Fizemos a cobertura completa do show que ocorreu no Tropical Butantã.

E como não poderia ser diferente, algumas horas antes do início do espetáculo as imediações da venue que já se tornou um dos principais pontos dos shows de rock e de metal da capital paulista já estava repleta de fãs ansiosos por mais uma apresentação da lendária banda britânica. Responsáveis por obras primas do heavy metal oitentista como “Wheels Of Steel” (1980), “Strong Arm of Law” (1980), “Denim And Leather” (1981), “Power & The Glory” (1983) e “Crusader” (1984), o quinteto é formado atualmente por Biff Byford (vocais), Paul Quinn (guitarra), Doug Scarratt (guitarra), Nibbs Carter (baixo) e Nigel Glockler (bateria). A atual turnê comemora os 40 anos de lançamento do primeiro e homônimo álbum da banda.

Pelo segundo ano consecutivo o público lotou o Tropical Butantã em SP para prestigiar os britânicos do Saxon.

Com um atraso de 30 minutos, precisamente às 20h45, a banda brasileira incumbida de aquecer a plateia, a Uncle Trucker, da cidade paulista de Franca iniciou a sua apresentação. Com um som voltado ao hard rock, o quinteto formado por Daniel Aleixo (vocal), Ricardo Prazeres (guitarra), David Ferreira (guitarra), José Rafael (baixo) e João V. Galvani (bateria) fez uma apresentação irregular de aproximadamente 40 minutos de duração alternando bons e maus momentos e mesclou no repertório músicas próprias, como “Fly Away” e “Rock ‘N’ Roll Everyday”, com covers do Motley Crue (Dr. Feelgood), Quiet Riot (Metal Health) e Alice Cooper (Poison). Os destaques da banda foram o bom guitarrista David Ferreira e o carismático e esforçado vocalista Daniel.

Daniel Aleixo: vocalista da banda Uncle Trucker.
David Ferreira: um dos destaques da banda Uncle Trucker.

Com todos os setores da casa lotados, pouco depois das 22h00, os britânicos do Saxon subiram ao palco ao som da faixa título do último e ótimo álbum intitulado “Thunderbolt”, seguida de “Sacrifice”, do disco homônimo de 2013. Com a plateia nas mãos desde os primeiros acordes (é impressionante como o Saxon “já entra em campo com o jogo ganho”) e com um setlist longo que revisitaria todas as fases da banda, foi executado o primeiro clássico da noite. Na verdade, trata-se de um dos grandes hinos da NWOBHM: “Wheels Of Steel”; música que intitula o segundo e bem conceituado álbum do grupo britânico. E o frenesi foi total!

Biff Byford aproveitou o momento para filmar o entusiasmado público com o seu celular e posteriormente postou o pequeno vídeo no Facebook oficial da banda. E que energia absurda tem esse senhor! No alto dos seus 68 anos de idade, o frontman do Saxon foi um show à parte e se destacou por sua empatia magnética perante aos fãs e pela performance vocal absolutamente perfeita!

O frontman Biff Byford filmando o entusiasmado público com o seu celular. Confira o vídeo no Facebook oficial da banda.

A banda prosseguiu a apresentação com mais músicas que intitulam os seus álbuns e as canções “Strong Arm The Law” e “Denim And Leather” vieram em um dos momentos mais eletrizantes da noite. Antes da execução desses hinos, um colete é jogado no palco. O colete pertence à Barcelos Saxon, residente de Fortaleza e maior fã do Saxon do país. Muitos vocalistas numa situação dessas possivelmente devolveriam o vestuário ao dono ou os colocariam ao lado da bateria. Mas estamos falando de Biff Byford e o vocalista vestiu o colete de Barcelos. Posteriormente, mais três coletes foram atirados ao palco e Biff os colocou em outros três integrantes da banda. “Battering Ram”, que nomeia o disco de 2015, deu sequência ao show neste momento único! Nesse furor todo, o insano baixista Nibbs Carter pareceu ainda mais à vontade no palco. O músico não parou um momento sequer e seguiu a apresentação batendo cabeça feito um alucinado, correndo pelo palco, colocando o pé no monitor e cantando as músicas que iam sendo executadas. Ao término de “Battering Ram”, todos os coletes foram devidamente entregues aos seus respectivos donos e com direito à um segundo autógrafo no colete de Barcelos (o fã já havia lançado este mesmo colete para Biff na última passagem do Saxon por São Paulo e naquela ocasião o vocalista também vestiu o seu colete e o autografou antes de entregá-lo. Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar…).

Biff Byford
Paul Quinn: guitarrista e membro fundador do Saxon.
Doug Scarratt: habilidoso guitarrista que está integrando o Saxon desde 1996.

Na sequência, Biff falou sobre o primeiro álbum da banda que foi lançado em 1979 e o Saxon emendou três músicas desse importante debut, foram elas: “Rainbow Theme”, “Frozen Rainbow” e a acelerada “Backs To The Wall”. Uma das minhas favoritas da fase recente da banda veio logo em seguida, a música “They Played Rock And Roll”, homenagem ao imortal Ian Fraser “Lemmy” Kilmister. Toda e qualquer homenagem ao “God” Lemmy é sempre mais do que bem-vinda. A aula de heavy metal proporcionada pela banda seguiu com a icônica “Power And The Glory” (1983) e a pesadíssima “Dogs Of War” (1995). Neste ponto do show Biff questionou a plateia o que gostariam de ouvir e lançou as seguintes opções: “Hungry Years”, “Broken Heroes” e “Ride Like The Wind. Um fã gritou por “Solid Ball Of Rock” e esta não só também acabou entrando na disputa como saiu vencedora e foi executada de maneira magistral!

 “Ride Like The Wind”, cover de Christopher Cross, teve a sua letra cantada em uníssono pelo público. “747 (Strangers In The Night)”, do clássico “Wheels Of Steel” com seu grudento refrão antecedeu uma das músicas favoritas desse redator: “And The Bands Played On”, pertencente ao álbum “Denim And Leather” (1981). “To Hell And Back Again” e a cadenciada “Dallas 1 PM” com sua temática sobre o assassinato de JFK, ambas do “Strong Arm Of The Law”, serviram como ponte para uma das músicas mais conhecidas da história do heavy metal mundial: “Crusader” (1984). O frisson causado foi algo inexplicável. Só sentindo esse som ao vivo para entender o que estou querendo dizer.

Nibbs Carter: excelente baixista com presença de palco marcante e que integra o Saxon desde o final dos anos 80.
Biff Byford: o vocalista inglês esbanjou energia durante a apresentação do Saxon no Tropical Butantã

Enfim, a banda terminou de forma irretocável o primeiro ato e uma dúvida pairou no ar. Nos shows recentes foram três músicas no bis e “Motorcycle Man” esteve sempre no setlist regular. Será que ficaríamos sem ouvi-la neste show? Na volta para o bis, “Heavy Metal Thunder”, a quarta música da noite do álbum “Strong Arm Of Law”, foi a primeira a ser executada com “Never Surrender”, mais uma canção de ”Denim And Leather” vindo na sequência. Um detalhe curioso antes da execução dessa música foi que o guitarrista Paul Quinn virou o seu ventilador para a galera da grade propiciando um refresco para quem estava por ali. Pequenas atitudes como essa é o que faz do Saxon uma banda tão adorada e respeitada pelo seu fiel público. E a minha dúvida por fim foi sanada com a acelerada “Motorcycle Man” destruindo o que pouco restou de nossos pescoços.

“Princess Of The Night”, música que abre o álbum “Denim And Leather” com direito a headbanging de Biff Byford que esbanjou energia durante toda a apresentação de sua antológica banda, encerrou de forma magnânima as duas horas de um show que já entrou para a lista de melhores do ano. E aquela pergunta de um grande amigo ainda ronda a minha mente: “Por que uma banda como o Saxon não lota estádios”?

Somos gratos à Top Link Music pela produção do evento, ao pessoal do Tropical Butantã e à The Ultimate Music pela confiança em nosso trabalho e pelo credenciamento gentilmente concedido.

Saxon em São Paulo!
Biff Byford observando o público no início do show de São Paulo.

Setlist Saxon

Intro
01. Thunderbolt
02. Sacrifice
03. Wheels Of Steel
04. Strong Arm Of The Law
05. Denim And Leather
06. Battering Ram
07. Rainbow Theme

08. Frozen Rainbow
09. Backs To The Wall
10. They Played Rock And Roll
11. Power And The Glory
12. Dogs Of War
13. Solid Ball Of Rock
14. Ride Like The Wind (Christopher Cross cover)
15. 747 (Strangers In The Night)
16. And The Bands Played On
17. To Hell And Back Again
18. Dallas 1 PM
19. Crusader

Bis
20. Heavy Metal Thunder
21. Never Surrender
22. Motorcycle Man
23. Princess Of The Night

Paul Quinn
Doug Scarratt
Nibbs Carter
Biff Byford

Paul Quinn
Doug Scarratt
Nibbs Carter
Saxon em São Paulo!
Biff Byford

Biff Byford ajustando o seu celular para filmar a plateia.
Paul Quinn
Doug Scarratt
Nibbs Carter
O “iluminado” Biff Byford durante a apresentação irretocável do Saxon em São Paulo.
Paul Quinn
Doug Scarratt
Nibbs Carter
Biff Byford
Saxon em São Paulo!
Mosh Live · News

Postado em março 25th, 2019 @ 17:12 | 324 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»