20 Nov 2017, 7:00 pm

Deicide Em São Paulo: 60 Minutos De Brutalidade


Deicide em São Paulo: 60 minutos de brutalidade


Texto: Giovani Marcello
Fotos: Renato Jacob

Apesar do último álbum do Deicide datar de 2013, a turnê de divulgação de “In The Minds Of Evil” passou mais uma vez por São Paulo no dia 12 de agosto, no Clash Club, casa bastante conhecida pelos headbangers apreciadores do metal underground.  O show contou com ótimo público que foi adentrando no local a partir das 18:30h para prestigiar a banda dos veteranos do death metal de Tampa, Glen Benton e Steve Asheim.

E exatamente as 20:00h, sem enrolação, os guitarristas Mark English e Kevion Quirion, o baterista Steve Asheim e o lendário baixista e vocalista Glen Benton, sobem ao palco para mandar logo de cara “Scars Of The Crucifix” e “When Satan Rules His World”, para o delírio do público.  Com comunicação praticamente nula com a plateia durante todo o show, mas com o público sempre na mão, a banda executa a única música do último álbum, “In The Minds Of Evil”. E com “Children Of The Underworld” e “Death To Jesus”, o local virou o próprio inferno, com a roda insana que abriu no meio do público. “Oblivious To Evil” é outro hino do debut do Deicide que levou a plateia ao delírio! Aliás, metade dessa bíblia do death metal foi executada com maestria no Clash Club.

Com um set list calcado nos três primeiros discos, o massacre segue com “Trifixion” (do magistral “Legion”) e “Mephistopheles” (mais uma do debut), músicas que antecederam um dos grandes momentos do show: “Serpents Of Light”. Foi a hora em que o mosh pit explodiu! Posso afirmar que Steve Asheim é o melhor baterista do estilo atualmente. Uma performance insana desse mito tão importante ao metal extremo quanto Glen Benton. “Blame It On God” e mais uma do “Legion”, “Dead But Dreaming”, mantém o clima infernal na plateia, até que “Once Upon The Cross” faz o mosh pit quase virar uma batalha campal! O entrosamento e o feeling da banda é algo assustador.  Parecem tocar juntos há 30 anos. E é impressionante como Glen Benton tem uma forte presença de palco sem ao menos dirigir uma palavra à plateia. É a presença de palco imponente do próprio Satã em pessoa e que hipnotiza todos os presentes. “Kill The Christian” e “Deicide” seguem a missa infernal do sábado, abrindo caminho para o medley genial de “Sacrificial Suicide” e “Homage For Satan”. E, para encerrar, o maior clássico da banda e um dos maiores do metal extremo: “Dead By Dawn”. Um verdadeiro turbilhão atingiu a insana plateia nesse momento. E após uma hora de massacre sonoro, chega ao fim mais uma aula de death metal dessa instituição do estilo.
Enquanto a banda se despede do público, um fã levanta a capa do vinil do “Legion” e dois pôsteres na frente de Glen. Na hora, ele pega a caneta do garoto e autografa ali mesmo, numa clara lição de humildade e respeito aos fãs.
Hora de pegar o caminho de casa e com a alma lavada (ops…) após uma noite antológica e já aguardando uma nova turnê do Deicide no país.

Confiram agora o set list e a ótima galeria de imagens que foi produzida pelo fotógrafo Renato Jacob.

Set list

1- “Scars Of The Crucifix”
2- “When Satan Rules His World”
3- “In The Minds Of Evil”
4- “Children Of The Underworld”
5- “Death To Jesus”
6- “Oblivious To Evil”
7- “Trifixion”
8- “Mephistopheles”
9- “Serpents Of The Light”
10- “Blame It On God”
11- “Dead But Dreaming”
12- “Once Upon The Cross”
13- “Kill The Christian”
14- “Deicide”
15- “Sacrificial Suicide/Homage For Satan”
16- “Dead By Dawn”

Mosh Live · News

Postado em agosto 17th, 2017 @ 11:13 | 352 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»