26 Sep 2018, 8:18 am

Solid Rock Curitiba: Despedida do Deep Purple


SOLID ROCK com Tesla, Cheap Trick, Deep Purple @ Pedreira Paulo Leminski, Curitiba – 12.12.17

 

Texto por Daniel Danmented
Fotos por André Smirnoff 

 

Excelentes bandas, excelente local, excelente estrutura e excelente produção… enfim, um excelente evento! Mas, infelizmente, não havia um público tão numeroso quanto o evento merecia, provavelmente o público ficou abaixo do esperado. A pista premium, no entanto, estava bem cheia, principalmente durante a apresentação do Purple. A chuva era uma ameaça constante, mas não apareceu, então ninguém voltou ensopado pra casa.  

Além de curtir o som e encontrar várias boas opções de comida e bebida, foi possível conferir as barracas com o merchandise oficial. Em tempos de baixas vendas de CDs, a saída encontrada por muitas bandas é investir em materiais como camisetas, palhetas, baquetas, fotos autografadas, etc. O problema é o preço bem salgado, mas aí compra quem quer, é a lei da oferta e da procura… 

Foi uma excelente ideia reunir bandas como essas! Espero que os produtores se animem em realizar novos eventos como esse, trazendo bandas como Uriah Heep, Krokus, Quiet Riot, Y&T, ZZ Top, entre tantas outras opções. 


TESLA 

O show começou bem antes do horário informado, infelizmente muitas pessoas ainda estavam chegando ou estavam do lado de fora e não perceberam que a banda já estava tocando. Obviamente as duas bandas que iam tocar em seguida são bem mais populares por aqui, mas quem conferiu esse show sem conhecer nada ou quase nada do Tesla (é o meu caso também) deve ter ficado com uma ótima impressão. Puro Rock, feito com paixão e de modo muito profissional. Destaque para “Modern day cowboy”, uma música muito boa! Eles fizeram um show muito legal, porém curto (cerca de 45 minutos) e a maioria do público nem conhecia as músicas, mas a galera interagiu bem e até gritou o nome da banda no final da apresentação. 

Set list 

Into the Now
Edison’s Medicine (Man Out of Time)
The Way It Is
Signs (Five Man Electrical Band cover)
Love Song
Little Suzi (Ph.D. cover)
Modern Day Cowboy

 

 

CHEAP TRICK 

 No início do show, eles foram anunciados como “a melhor banda de rock’n’roll que você já viu”, isso foi hilário, tem mais é que pagar sapo mesmo! A banda apresentou um show extremamente empolgante e em altíssimo nível, eu acredito que todos os presentes saíram satisfeitos. E olha que eles tiveram a dura missão de substituir o Lynyrd Skynyrd, que estava originalmente programado pra esse evento. São ótimos músicos, especialmente o baterista. Eles pareciam estar se divertindo no palco, do jeito que tem que ser, não foi um show frio ou burocrático. O guitarrista Rick Nielsen era o mais animado, interagindo bastante com o público e distribuindo muitas, muitas palhetas durante todo o show, que durou exatos 90 minutos. Sua guitarra com dois braços foi outro destaque, muito original mesmo! “Dream police” e “Surrender” foram grandes momentos do show deles. Chegaram a executar “Ghost town”, que foi anunciada como um pedido especial. 

 

Set list 

Hello There
Big Eyes
California Man (The Move cover)
You Got It Going On
Ain’t That a Shame (Fats Domino cover)
If You Want My Love
When I Wake Up Tomorrow
Long Time Coming
Baby Loves to Rock
Ghost Town
In the Street (Big Star cover)
Stop This Game
I’m Waiting for the Man (The Velvet Underground cover)
The Flame
I Want You To Want Me
Dream Police
Surrender
Run Rudolph Run
Goodnight 

  

DEEP PURPLE 

A banda subiu no palco com o público nas mãos, um jogo ganho. A abertura do show ficou muito legal, com a imagem da banda esculpida no gelo e também diversas imagens num gigantesco telão no fundo do palco, durante toda a apresentação. Muitas imagens legais durante “Strange kind of woman”, por exemplo, bem legais mesmo! Tocaram basicamente os clássicos de sempre, nenhuma surpresa no setlist, exceto duas músicas do novo álbum e a inclusão do tema de Peter Gunn no bis.  

“Knocking at your backdoor” e “Perfect strangers” soaram estranhas em tons mais graves, mas é algo perfeitamente compreensível devido às condições vocais de Ian Gillan. Eu tive a impressão que o guitarrista Steve Morse estava meio apagado, um pouco mais burocrático do que nos shows anteriores e nos vídeos que eu assisti. Destaque para o excelente solo de teclado, digno de aplausos, que explorou vários timbres do instrumento e passou por vários gêneros musicais, foi incluído até um trecho da brasileiríssima “Tico-tico no fubá”. Todo o show foi no nível que o Purple costuma apresentar, uma ótima apresentação, porém sem grandes novidades.
 

Set list
Intro: Mars, the Bringer of War (Gustav Holst song)
Highway Star
Pictures of Home
Bloodsucker
Strange Kind of Woman
Uncommon Man
Lazy
Birds of Prey
Knocking at Your Back Door
Keyboard Solo
Perfect Strangers
Space Truckin’
Smoke on the Water 

Bis: 

Hush (Joe South cover) 
Black Night 

 

Mosh Live · News

Postado em dezembro 19th, 2017 @ 20:16 | 1.413 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»