23 Aug 2017, 12:21 am

Tarja Turunen realiza show uníssono em Curitiba


Tarja Turunen@ Vanilla Music Hall, Curitiba – 25/10

8H1A4138

Texto: Anna Bárbara Tuttoilmondo
Revisão: Willian Jhonnes L. dos Santos

Fotos Makila Crowley

Sete anos após sua última passagem por Curitiba, a finlandesa Tarja Turunen retorna à capital paranaense com um show simplesmente espetacular, como parte do trabalho de divulgação da turnê do seu terceiro álbum, “Colours in The Dark”. Contando com duas bandas de abertura, Semblant e Devil Sin, o evento reuniu cerca de 800 pessoas para uma fantástica celebração no Vanilla Music Hall, em um típico dia de inverno curitibano fora de época.

8H1A3925Tarja trouxe como banda de apoio os músicos Nicolas Polo (bateria), Peter Barrett (baixo) e Julian Barrett e Alex Scholpp (guitarras), os quais foram surgindo um a um no palco. O show iniciou-se com os primeiros acordes da atmosférica “The Phantom Of the Opera”, música remonta à sua fase como integrante da banda Nightwish, banda essa que a consagrou com uma das maiores musas do metal, levando o público ao delírio, seguida por 500 Letters, música do seu novo álbum. A cantora recebeu de seus fãs inúmeras cartas que, em um gesto teatral, jogou-as para o alto.

Os destaques da noite ficaram por conta de “I Walk Alone”, primeiro single do seu primeiro álbum, cantada em uníssono pelo publico presente, “No Bitter End”, música do novo álbum ainda em processo de gravação, apresentada por Tarja na atual turnê, além da belíssima interpretação para “Goldfinger”, tema de um dos mais cultuados filmes da clássica série James Bond.

Desta vez Tarja baseou sua setlist, praticamente inalterada durante a turnê, em seu trabalho solo, o qual vem conquistando o público ao mesclar peso e leveza em suas melodias, em absoluto contraste com sua voz. Mesmo encarado como uma herança de sua8H1A3825 antiga banda, em seu trabalho solo fica evidente a liberdade criativa que a cantora sempre desejou. Isso pode ser notado por sua animação e carisma no palco, demonstrados a cada agradecimento e exaltação ao público que há quase dez anos a recebeu, igualmente, de braços abertos. No entanto, para saciar os mais secretos desejos de um momento nostálgico para os fãs em um fantástico bis, a cantora presenteou o publico com “Slaying the Dreamer”, canção integrante do quarto álbum de sua antiga banda, Century Child

O encerramento do show ficou por conta de Die Alive e Ultil My Last Breath, canções de seus dois primeiros álbuns, “My Winter Storm” e “What Lies Beneath”. É importante ressaltar que, ao contrário do que muitos esperavam, Tarja Turunen conseguiu decolar com sua carreira solo, tendo um público fiel ao seu passado musical, afiado em suas músicas próprias e que respeita sua liberdade como artista, apoiando seu futuro.

8H1A3968SETLIST:

The Phantom of the Opera (Andrew Lloyd Webber)
500 Letters
Ciarán’s Well
Falling Awake
I Walk Alone
Anteroom of Death
Never Enough
Dark Star
Neverlight
Until Silence
No Bitter End
Goldfinger (John Barry)
DeliveranceVictim of Ritual
Slaying the Dreamer (Nightwish)
Die Alive
Until My Last Breath

Mosh Live

Postado em novembro 7th, 2015 @ 19:19 | 1.216 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»