19 Oct 2017, 7:07 am

CD Review: Caligo – Templo da Descrença


Caligo – Templo da Descrença (Independente – Nacional) – Nota: 9

caligo

Texto por Clovis Roman

Fundado em 2012, o Caligo levou três anos para lançar seu primeiro registro. Eles não tiveram pressa, o que se relaciona com o som deles, um Doom/Stoner bem arrastado e sorumbático. A abertura com “A Dor” deixa o ouvinte em estado letárgico, e contém passagens que remetem ao Black Sabbath, o que não é nenhuma surpresa. Afinal, todas as bandas do mundo tem influência da banda formada no final dos anos 60 e que vai encerrar suas atividades em um futuro próximo. A composição também remete àquela fase negra, desconhecida e genial do Candlemass dos anos 90 (os álbuns From the 13th Sun e Dactylis Glomerata são verdadeiras pérolas desprezadas).

Seguindo a diretriz traçada pela faixa de abertura, “A Dor”, as igualmente tétricas “Templo da Descrença” e “Vítimas do Dualismo” mantém a pegada mórbida. O ouvinte mais atento vai remeter esses títulos a obras de Augusto dos Anjos. Não é por acaso, afinal, essas três faixas são musicalizações de textos do poeta da desgraça. O casamento entre a parte lírica e a música não poderia ser mais feliz (ou triste, no caso). Encerrando os pouco menos de 20 minutos de disco, a faixa “Contradições” mostra um pouco mais de peso que as outras e tem riffs ganchudos na medida. Quiçá uma maior variedade nas vocalizações torna-se o disquinho um pouco mais dinâmico, mas o que ouvimos em “Templo da Descrença” está longe de ser dispensável.

Formam o Caligo o baixista Sandro Santos, o baterista Sandro Marra, o guitarrista Walisson Mota e o incansável Fellipe CDC, que também é responsável pelas vozes do Death Slam, e Terror Revolucionário, duas lendas da cena de Brasília.

MÚSICAS
A Dor
Ceifador
Templo da Descrença
Vítimas do Dualismo
Contradições

CONTATO
https://www.facebook.com/CaligoDoom

Reviews

Postado em fevereiro 6th, 2016 @ 10:09 | 474 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»