fbpx
25 May 2024, 6:57 am

The Troops of Doom lançará ‘Prelude to Blasphemy’ em maio


“Prelude to Blasphemy” trará duas inéditas e os dois primeiros EPs da banda como bônus


Ao completar três anos de existência no último mês de março, o The Troops of Doom teve a ideia de gravar duas músicas inéditas para celebrar esta importante marca na história da banda formada por Alex Kafer (vocal e baixo), Jairo “Tormentor” Guedz (guitarra), Marcelo Vasco (guitarra) e Alexandre Oliveira (bateria). O novo lançamento, intitulado “Prelude to Blasphemy”, está agendado para o dia 12 de maio e trará duas faixas inéditas e os dois primeiros EPs, “The Rise of Heresy” (2020) e “The Absence of Light” (2021), como bônus. O material será lançado em CD Digipack através da Alma Mater Records, em CD Slipcase via Voice Music no território brasileiro, enquanto a distribuição digital ficará a cargo da Blood Blast, subsidiária digital da gravadora alemã Nuclear Blast.

A arte de capa foi pintada por Maramgoni, brasileiro radicado em Portugal. “O mestre Maramgoni faz um trabalho fantástico e ele também foi responsável pela capa do EP ‘The Absence of Light’. Toda a parte gráfica desse novo está especial, trazendo um encarte robusto com letras e muitas fotos, que retratam um pouco da nossa história”, revela Marcelo Vasco.

Já a mixagem e masterização ficaram a cargo de Leonardo Pagani. “Pagani fez um trabalho incrível, trazendo muita qualidade e peso, mas sem perder aquele timbre old school e o toque Lo-fi que sempre buscamos nas nossas produções”, comenta Alex Kafer.

Sobre uma das faixas inéditas, “1666”, Jairo “Tormentor” Guedz explica que a temática trata do grande incêndio de Londres. “A faixa ‘1666’ foi inspirada no grande incêndio de Londres, uma das maiores catástrofes inglesas, que ocasionou mortes, milhares de pessoas desabrigadas, incontáveis edifícios públicos destruídos e quase 90 igrejas queimadas. Foi um ano sombrio, pois além do incêndio foi período também da última epidemia de peste bubônica na Inglaterra. A capa retrata um pouco disso tudo e, obviamente, mantivemos ainda aquela conexão estética com a minha fase no Sepultura”.

De acordo com o baterista Alexandre Oliveira, “God’s Orphanage” e “1666” não são sobras de estúdio, mas já vinham sendo trabalhadas pela banda há tempos. “Ambas são músicas que já tínhamos os riffs e esqueletos ainda na época dos primeiros EPs, em 2020 e 2021. No entanto, acabaram não sendo finalizadas na época e por isso não foram gravadas. Quando fizemos o ‘Antichrist Reborn’ meio que esquecemos delas e agora, finalmente, estas músicas tiveram seu propósito. Ambas com muita energia e que sintetizam bem demais a cara do The Troops of Doom”, conclui.

Sites relacionados:
www.thetroopsofdoom.com
www.facebook.com/thetroopsofdoom
www.instagram.com/thetroopsofdoom

Contato: info@thetroopsofdoom.com

Booking/Management: rodscelza@gmail.com | Whatsapp: +55 21 998581699, c/ Rodrigo Scelza
Nota na ASE Music: https://tinyurl.com/2nyjkxjc

News · Underground

Postado em abril 14th, 2023 @ 14:15 | 569 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»