fbpx
18 May 2024, 2:34 am

Album Review: The Rebel Saints – Uma grata surpresa do Hard Heavy


Por Emerson Mello

Ahhh Suécia. Nossa cara Suécia, famosa por ser um celeiro de bandas de Rock e Metal e das mais variadas vertentes dentro do estilo, com uma produção sempre pujante, nos brinda agora com o debut do The Rebel Saints, um projeto do multi instrumentista Thomas Anderberg e do guitarrista Ola Berg. Nesta parceria Thomas cuidou dos vocais, gravou o baixo e os teclados e a programação de bateria, enquanto Berg gravou as guitarras e somou também sua voz contribuindo com os backing vocais. Berg é um guitarrista de mão cheia e fez um excelente trabalho nas guitarras, tanto nas bases, riffs e nos solos com muita precisão, velocidade , muito feeling e um bleo timbre. Thomas por sua vez gravou todos os demais instrumentos mais a voz, onde em seu trabalho vocal explora bem o drive, trabalha bem as melodias e guarda as notas altas para os momentos certos. Em termos de timbre ele fica num meio termo entre Coverdale e Jeff Scott Soto. E para afastar qualquer suspeita, apesar da bateria ser programada, eles capricharam nos arranjos e em nenhum momento temos aquela impressão de uma execução robotizada.

O conceito gráfico foi inspirado na letra de Rebel Child.

Falando do album, ele possui doze temas e começa muito bem com Heat is On com um riff de guitarra cheio de groove daqueles que já dá vontade de levanter os braços e acompanhar o ritmo batendo palmas. Nos minutos iniciais Berg já mostra suas credenciais colocando diversas camadas interessantes de guitarra, o que já dá o tom do que iremos encontrar no album. Thomas completa com uma excelente melodia e o refrão convida a cantar junto e parece perfeito para uma música de abertura do show. Final da primeira música e a gente já está com aquele sorriso no rosto e Hammerdown não deixa a temperatura cair. Mais um riff bem construído e o acompanhamento do Hammond nos faz lembrar do Rainbow (fase anos 80) e o refrão fica logo na cabeça HAMMERDOWN/HAMMERDOWN. Berg caprichou neste solo e mostrou que técnica e bom gosto podem sim andar juntos. A próxima é Said and Done, um dos singles do álbum, e pra mim um dos pontos altos do disco, com um grande solo de Berg. O riff de Woman imprime mais velocidade com uma palhetada alternada e tem um excelente trabalho vocal de Thomas. Inevitável que nesta música venha o Whitesnake do 1987 à cabeça. Rebel Child é uma homenagem ao mestre Gary Moore, uma das principais insipirações do guitarrista Ola Berg e a letra fala de olhar pra dentro de si mesmo e abraçar o verdadeiro ‘eu’ , sem traumas ou culpas, numa metáfora onde a inocência se entrelaça com a rebeldia numa dança, surgindo ai o conceito da capa e da logo da banda.

O The Rebel Saints se mostrou uma grata surpresa para os fãs de Hard Heavy.

Shine A Light On Your Troubled Mind dá uma variada vindo numa levada mais cadenciada, com guitarras clean, deixando o peso pro refrão, com o teclado um pouco mais a frente. Wild Hearted é um Blues pesado com a guitarra trabalhando em Drop C e funciona bem. Lost in Time certamente é outro grande momento do álbum, com um grande solo e um refrão marcante. Live On The Wild Side é uma letra tipicamente Coverdale e com mais um excelente trabalho de guitarra de Berg. Brokenhearted No More vem num clima mais folk com o violão a frente e num formato mais de canção, e ficou com um clima perfeito pra encerrar o disco.

Este album do The Rebel Saints se tornou uma grata surpresa para os apreciadores de um bom Hard Heavy e irá agradar em cheio os fãs de Scorpions, Whitesnake (fase 1987), Jeff Scott Soto e outros sons nesta linha. Resta saber se o projeto terá continuidade nos palcos e quem sabe um segundo album. Ficamos na torcida.

A Thomas Anderberg & Ola Berg: responsável por toda criação, gravação e arranjo do The Rebel Saints.

*Ficha técnica

Banda – The Rebel Saints

Álbum – The Rebel Saints

Lançamento – 15/03/2024

*Line-up:

Thomas Anderberg – vocais, baixo, teclados, programação bateria, arranjos.

Ola Berg – guitarras, violão, backing vocais, gravação, mix e masterização.

*Contato:

contact@rebelsaints.se

*Músicas:

01. Heat Is On (06:32)

02. Hammerdown (04:16)

03. Said And Done (05:11)

04. Woman (03:15)

05. Rebel Child (04:45)

06. Shine A Light On Your Troubled Mind (05:29)

07. Wild Hearted (04:33)

08. Lost In Time (04:37)

09. Live On The Wild Side (03:58)

10. Wrong Side Of Town (05:03)

11. Right Here, Right Now (04:35)

12. Brokenhearted No More (04:55)

Tempo Total – 57:14

News · Reviews · Uncategorized

Postado em abril 5th, 2024 @ 13:16 | 232 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»