fbpx
14 Apr 2024, 5:44 pm

Exciter & Sacred Reich Em São Paulo


Exciter, Sacred Reich e Blackning @ Clash Club, São Paulo – 19/02/2017

 

Texto Giovani Mendes Marcello
Fotos Renato Jacob

Domingo de muito calor em São Paulo e com uma dobradinha de responsa no Clash Club: Sacred Reich e Exciter. Chegando ao local já dava para sentir aquele clima “anos 80”, com todo o visual da época. E como adoro esse clima…
A banda incumbida de abrir essa noite memorável foi o Blackning, de Santo André. A banda formada por Cleber Orsioli (vocal/guitarra), Francisco Stanich (baixo, backing vocals) e Elvis Santos (bateria) bombardeou a galera com um thrash metal coeso e potente. Fazia tempo que não me empolgava tanto com uma banda de abertura. Mesclando músicas de seus dois CDs, fizeram uma apresentação empolgante com a galera ainda adentrando ao recinto. Destaque para as músicas “Unleash Your Hell” “Terrorzone” e “Street Justice”.

Depois de alguns minutos, o baterista Greg Hall, do Sacred Reich, sobe ao palco e dá uma última conferida em tudo. Logo na sequência, os guitarristas Jason Rainey e Willey Arnett juntamente com o carismático baixista e vocalista Phil Rind entram e começam o show. E que show! O público desde o início, com as músicas “The American Way” e “Ignorance”, não parou um minuto. A roda logo abriu no meio da pista e foi insana.”One Nation” e “Love… Hate” seguem deixando o público em êxtase. Primeira vez da banda no Brasil e foi notável como todos os integrantes se divertiam, especialmente Phil. Outro grande destaque do set foi a música “Free”, apresentada pelo baixista como a sua favorita do disco “Independent”.

E o massacre sonoro continuou com “Crime Against Humanity”, “Who’s To Blame” e “Independent”, uma trinca que não deixava a galera respirar. O cover de “War Pigs”, eternizado no EP “Surf Nicaragua”, viria a seguir numa homenagem aos criadores do Heavy Metal. A monumental “Death Squad” fechou o set e a banda saiu do palco muito aplaudida pelo público, que estava em ótimo número no Clash Club. Depois de alguns minutos retornam e Phil pergunta para a plateia qual música ainda falta. E “Surf Nicaragua” é executada e o ápice do show é atingido. Grande apresentação do Sacred Reich. Para muitos presentes, foi o show da noite. Esperamos que a banda retorne logo!

Bateria desmontada rapidamente e logo é montada a bateria de Dan Beehler. Com um pequeno atraso, a banda entra no palco tocando “I Am The Beast”. E com Allan Jackson no baixo, John Ricci na guitarra e Dan comandando os vocais e a bateria, começa mais uma turnê da banda por aqui (a terceira com a formação original). Já ao final da primeira música, Dan se levanta e o roadie vai mexer em sua bateria. Já dava para notar um certo desconforto por parte de Dan. O show segue com “Reign Of Terror” e um dos clássicos do power trio, “Heavy Metal Maniac”. “Iron Dogs” e “Victim Of Sacrifice” vêm na sequência. E logo chega “Violence & Force”, meu som favorito da banda. A música “Rising The Dead” precede outro grande momento do show: “Pounding Metal”. “Beyond The Gates Of Doom” e “Long Live The Loud” fecham o set. A banda sai visivelmente furiosa do palco, especialmente Dan Beehler e até a porta que dá acesso ao palco é fechada. E mesmo com a galera pedindo bis, a banda não volta. Ficamos sem “Cry Of The Banshee” e “Stand Up And Fight”, que seriam provavelmente as duas músicas do bis. Mas isso não tirou o brilho da aula de speed metal protagonizada mais uma vez no Brasil pelo power trio canadense. Agora, nada melhor do que belas imagens para ilustrar essa grande noite. E que venham mais domingos como esse…

SETLISTS

BLACKNING – Tempo aproximado de show: 30 minutos.

– Intro
1- Thy Will Be Done
2- Terrorzone
3- Dyed In Blood
4- Street Justice
5- Mechanical Minds
6- Devil’s Child
7- Unleash Your Hell
8- Corporation

SACRED REICH – Tempo aproximado de show: 60 minutos.

1- The American Way
2- Ignorance
3- One Nation
4- Love… Hate
5- Free
6- Crimes Against Humanity
7- Independent
8- War Pigs (Black Sabbath)
9- Death Squad
(BIS)
10- Surf Nicaragua

EXCITER – Tempo aproximado de show: 75 minutos.

I Am the Beast
Rain of Terror
Heavy Metal Maniac
Iron Dogs
Victims of Sacrifice
Delivering to the Master
Violence & Force
Rising of the Dead
Pounding Metal
Beyond the Gates of Doom
Long Live the Loud

Mosh Live · News

Postado em fevereiro 26th, 2017 @ 10:10 | 2.704 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»