fbpx
16 Apr 2024, 5:01 am

Kryour disponibiliza EP “Creatures Dwell My Room” com duas músicas inéditas


Seguindo com o constante crescimento dentro do cenário da música pesada no Brasil, a banda Kryour lançou no dia 29 de setembro o EP “Creatures Dwell My Room”, novamente em parceria com a Outono Music, selo especializado em rock e metal, com distribuição da major Universal Music, líder mundial do segmento musical. O trabalho conta com cinco músicas, sendo duas delas inéditas.

As composições “However… Keep Trying” e “Destructive Hope” apresentam a sonoridade característica do grupo, que mescla com destreza melodia e peso, permeados com inúmeras referências musicais, resultando em algo moderno e com identidade. A banda se utiliza de elementos eletrônicos e melodias mais acessíveis no instrumental e nas linhas vocais, entretanto, sem deixar de lado a sonoridade pesada que marcou sua trajetória até então, como fica evidente em “Why Should I Know?”, que saiu anteriormente como single. Completam o EP as músicas “Chrysalism” e “Colorful”, também lançadas no decorrer deste ano.

Ouça o EP nas plataformas digitais:
https://umusicbrazil.lnk.to/CreaturesDwellMyRoom

A banda, que tem como alicerces o death metal melódico e o metalcore, foi formada em 2014, lançando cinco anos mais tarde o álbum conceitual de estreia, “Where Treasures Are Nothing”. Dando mais um passo de uma vitoriosa trajetória, o grupo chega em “Creatures Dwell My Room” explorando mais a fundo referências musicais e estilos, arranjos e efeitos, resultando em canções memoráveis.

Vencedora do concurso cultural New Rock Bands, que contou com mais de 700 inscrições, e tendo no currículo shows importantes, como o realizado ao lado do Symphony X, atualmente a Kryour conta em sua formação com o vocalista e guitarrista Gustavo Iandoli, o guitarrista Guba Oliveira, o baixista Gustavo Muniz e o baterista Matt Carrilho.

Conheça mais o trabalho da Kryour em https://linktr.ee/kryour

News

Postado em setembro 29th, 2023 @ 20:24 | 268 views
–> –>


Notícias mais lidas
«
»